• AGÊNCIA OX

Investir em marketing digital é aposta para driblar a crise

Serviço delivery e facilidade nas formas de pagamento ajudam na hora de atrair clientes nas redes sociais.

Neste momento crítico de pandemia e isolamento social causado pelo novo coronavírus, grande parte dos lojistas, que não prestam serviços essenciais, foi afetada de forma direta. Com as portas fechadas é preciso se reinventar para tentar driblar os efeitos da crise econômica.  Segundo dados do Índice de Performance do Varejo (IPV), apurado pela FX Retail Analytics, empresa especializada em monitoramento de fluxo, o movimento das lojas físicas da região sudeste caiu 45,71% em comparação ao mesmo período de 2019. A pesquisa também aponta que para manter o caixa, mesmo com as portas fechadas, muitas lojas se reinventaram e apostaram na prestação de serviços de forma digital ou na venda pela internet.   


A expectativa é que a necessidade de isolamento social se transforme em mais uma oportunidade para fazer subir o faturamento do comércio eletrônico brasileiro. Dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm) mostram que há mais de uma década as vendas por meio digital vêm em franca ascensão. Só para se ter uma ideia, em 2010 obteve um faturamento de R$ 16,8 bilhões, enquanto no ano passado, esse número subiu para R$ 75,1 bilhões.


"Cada vez mais a criatividade e as novas formas de fazer negócio estão em cheque. Os empresários estão tendo que se reinventar e com isso, tem crescido as vendas online", afirma o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara (Sincomércio), Antonio Deliza Neto. 


OPORTUNIDADE  Rafael de Souza, docente da área de gestão e negócios do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senac) de Araraquara, explica que é hora de aproveitar a oportunidade no meio digital.  


"O marketing não pode ser colocado em quarentena e deve ser feito em qualquer lugar e a qualquer momento. É importante aproveitar o cenário atual para colocar ideias criativas em prática e mostrar que a empresa se importa com a comunidade, tomando as devidas precauções para manter os clientes seguros", aconselha. 


Celso Derisso, também professor do Senac, afirma que campanhas on-line para atrair os clientes são fundamentais. "Não existe melhor maneira de estar perto das pessoas do que nas redes sociais. Aposte neste meio de comunicação, mas enfatize sempre o bem-estar da comunidade. Se o foco estiver apenas na venda, perderá muitos clientes. É uma fase delicada que deve ser tratada com mais cautela", pontua.  


PROGRAMAÇÃO  O ideal é fazer um cronograma semanal de postagens diárias, mostrando os produtos oferecidos e ressaltando comportamentos e curiosidades que tenham ligação com o serviço oferecido. Neste cenário de pandemia, é ainda mais necessário ter constância nas publicações e responder as mensagens dos possíveis clientes de uma maneira rápida e assertiva. Isso cria uma conexão e aprofunda o relacionamento com o público-alvo.   Rafael lembra que a concorrência no mercado será ainda maior neste período e as lojas que oferecerem a melhor experiência de compra podem sair na frente.


"É necessário tomar alguns cuidados, como deixar claro as condições de compra, principalmente no que diz respeito ao prazo de entrega e como ela será feita".    


A dica dos especialistas é contratar alguém de confiança para fazer esse serviço e oferecer formas variadas de pagamento, como cartão de crédito, débito, ticket ou dinheiro. "Mostre todas as vantagens nas redes sociais e, principalmente, garantindo total segurança. Isso pode chamar muitas vendas e atrair mais clientes, independente do segmento", explica Rafael.

Matéria retirada do site:www.acidadeon.com

LINKS
SOBRE

ox@agenciaox.com.br

Tel: (61) 98199-2221 / 98402-6135

SCES, Trecho 2, Lt 32 - Shopping Pier 21 (Eixo Coworking)

REDES SOCIAIS
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2020 por Agência OX - Todos os direitos reservados